Monthly Archives: novembro 2013

Duvidas sobre pneus automotivos

pneus

1. Como vou saber qual é o melhor pneu para o meu carro?

O melhor pneu para o seu carro é aquele que tem às especificações estabelecidas pelo fabricante do seu veículo. Para saber quais são essas especificações, consulte o seu manual do proprietário.

2. Como saber qual é a pressão ideal do pneu do carro?

A pressão adequada para um pneu, utilizado em um determinado veículo, é a recomendada pelo fabricante, pois além de depender do peso e da carga do mesmo a ser suportada, depende da distribuição de peso entre os eixos traseiro e dianteiro da velocidade e potência máxima que o veículo pode alcançar. Um mesmo modelo de pneu, utilizado em diferentes veículos, certamente terá uma pressão diferente. Para você saber qual é a pressão para o pneu que você utiliza, consulte o manual do proprietário do seu veículo.

3. É aconselhável utilizar algum produto químico para limpar os pneus do veiculo?

Não é recomendado. Pois, dependendo do produto pode haver uma reação com a borracha, diminuindo a vida útil do seu pneu.

4. Gostaria de saber o que está escrito na lateral do pneu?

A lateral do pneu contém informações sobre o produto: modelo, tamanho, capacidade de carga e velocidade, pressão, origem, data de fabricação e certificações de qualidade.

5. Como vejo qual é a data de fabricação do pneu?

Você acha isso na lateral do seu pneu, que está indicada junto ao nº de série, a data de fabricação com semana e ano de sua produção. Para mais informações procure uma de nossas oficinas.

6. Para que servem os sulcos existentes na banda de rodagem do pneu automotivo?

Os sulcos da banda de rodagem do pneu automotivo têm como função o escoamento da água, reduzindo o risco de aquaplanagem, garantindo assim uma melhor aderência à pista.

 

7. Qual a influência do balanceamento no conjunto pneu/roda?

O balanceamento adequado no conjunto pneu/roda proporciona dirigibilidade melhor, estabilidade e conforto ao veículo. Já a falta de balanceamento pode ocorrer vibração no volante, desgaste irregular da banda de rodagem do pneu e desgaste prematuro dos componentes mecânicos de direção e suspensão do seu veículo.

8. Qual a influência do alinhamento das rodas nos pneus dos carros?

O alinhamento adequado das rodas contribui para o aumento da vida útil do pneu do seu carro, proporcionando um desgaste uniforme na banda de rodagem. E a falta de alinhamento ocasiona insegurança na condução do veículo, desgaste prematuro e irregular da banda de rodagem, bem como dos componentes de direção.

9. Por que os pneus têm limite de velocidade e carga?

Os limites de velocidade e carga de um pneu automotivo são estabelecidos em relação aos requisitos dos veículos para os quais são homologados. Além disso, o projeto de um pneu obedece às normas internacionais que regulamentam os níveis de velocidade e carga para cada veículo. A não observação desses limites pode comprometer a utilização do pneu e colocar em risco a vida dos passageiros. Por isso, é muito importante verificar se a carga máxima do pneu e o índice de velocidade estão adequados para o automóvel a ser usado.

10. O que é a válvula dos pneus utilizada no conjunto roda/pneu?

A válvula é o dispositivo de entrada/saída do ar para inflar/desinflar ou regular a pressão dos pneus automotivos.

 

Os truques para economizar combustível

pneus

Com o litro da gasolina custando, em alguns lugares, mais de R$ 3 e o litro do etanol quase R$ 2 economizar combustível é a palavra de ordem para qualquer consumidor. O fato é que mudança de postura na direção pode gerar uma economia de combustível de até 30%.

Por isso, a k2 pneus separou dez dicas que ajudarão você a economizar combustível.

Confira abaixo:

1-Não aquecer o motor com o veículo parado. Nesse estado o motor esquenta muito mais devagar, aumentando consumos e emissões. Assim, é melhor partir lentamente, evitando regimes de rotação elevados.

2-Assim que as condições do transito e a estrada permitirem, utilizar uma marcha mais alta.

3-Evitar acelerações quando estiver parado em semáforos, ou antes, de desligar o motor.

4-Manter uma velocidade uniforme sempre que possível, evitando freadas e arranques supérfluos que gastam combustíveis e aumentam claramente as emissões.

5-Desligar o motor em paradas prolongadas.

6-Controlar periodicamente as pressão do pneu. Se a pressão estiver muito baixa, o consumo de combustível aumenta.

7-Utilizar os dispositivos elétricos somente pelo tempo necessário. A exigência de corrente elétrica aumenta o consumo de combustível.

8-Evitar trajetos muito curtos e partidas frequentes com o motor frio. Essas situações não permitem que o motor atinja a temperatura ideal de funcionamento, além de significar um incremento de consumo.

9-Não viajar com excesso de carga. O peso do veiculo (sobretudo no transito urbano) influencia fortemente no consumo e na estabilidade. Evitar carregar pesos desnecessários.

10-Não alterar as características originais do carro. Acessórios aerodinâmicos não certificados durante o desenvolvimento do veiculo podem, na realidade, penalizar o consumo e o próprio coeficiente aerodinâmico original, assim como rodas diferentes e modificações no motor.