Monthly Archives: junho 2014

Como cuidar do motor e diminuir o consumo de combustível do Honda Civic

559_civic_abre

O Civic, um automóvel fabricado pela Honda, é bastante confortável, tem uma mecânica muito robusta e é relativamente econômico. Porém, com certos cuidados, é possível fazer com que o consumo diminua em até 20% na cidade. Isso é muito bom, já que o gasto com combustível é sempre uma preocupação para o proprietário. Porém, existem algumas medidas que podem diminuir o consumo e consequentemente a poluição nas grandes cidades.

Do instante em que o abastecimento acontece até no jeito de cada um dirigir, o motorista condutor pode influenciar no consumo do automóvel Honda Civic e, dessa maneira, pode diminuir o custo no bolso. Com os cuidados corretos, pode-se diminuir o consumo em até 20%. Procure sempre um centro automotivo especializado para dicas automotivas.

Para abastecer corretamente, a primeira dica é encher o tanque do Honda Civic de manhã bem cedinho. A temperatura do ambiente e a do solo é mais baixa de manhã e os tanques de depósito de combustível dos postos ficam abaixo da terra. Dessa maneira, quando a terra está mais fria, a densidade da gasolina é menor. O contrário acontece quando o temperatura está quente, o que acontece após o meio dia, com a temperatura do solo subindo.

Aí, os combustíveis possuem a tendência de evaporar. Ainda outra dica para evitar a evaporação, complete o tanque antes que seu nível caia menos da metade. Quanto mais combustível presente no tanque, menos ar, o que faz com que a evaporação do combustível seja mais difícil. Em dias muito quentes, estacione na sombra.

Outra dica muito importante é nunca abastecer o Honda Civic quando o posto de combustível estiver sendo reabastecido. Caso chegue ao posto e tenha um caminhão tanque reabastecendo o posto, não faça o abastecimento. O novo combustível colocado no tanque do posto mistura-se ao antigo e a sedimentos do fundo. Dessa maneira, acontece o risco de abastecer com combustível sujo.

640_civic_02interior

Ao dirigir, para não gastar muito combustível, é necessário acelerar de maneira constante e progressiva, acelerando à medida que for necessário e não acelerar enquanto muda as marchas, estando com os pés na embreagem. Caso o semáforo feche ou o trânsito pare, diminua a velocidade gradativamente, para não forçar o motor e aumentar demais a sua rotação. Fazer frenagens e acelerações muito bruscas aumentam demais o consumo.

O motor estando em boas condições de uso e trabalhando perfeitamente evita desperdício de combustível. Verifique periodicamente o estado dos cabos elétricos, da velas automotivas e da bobina. A ignição do automóvel estando funcionando perfeitamente é fundamental para que o combustível queime normalmente. É importante também cuidar bem da embreagem. Caso a embreagem esteja patinando, é necessário que acelere mais para o automóvel funcionar. Aí aumenta o gasto de combustível. Outra situação que deve ser mantida sempre bem cuidada é a direção alinhada e os pneus bem calibrados. Isso também ajuda a diminuir e são fundamentais para baixar o consumo.

Outras dicas muito importantes para diminuir o consumo do Honda Civic:

- faça a troca de marchas dentro da faixa de rotação correta. Não force as marchas sem necessidade;

- Não dirija em alta velocidade. Dirigindo a 120 Km/h, o consumo pode ser até 20% maior do que andando a 100 km/h;

- Evite andar em marchas altas e forçando o motor com rotações baixas;

- Caso fique em um local parado ou estacionado por mais de dois minutos, desligue o motor;

- Na descida, use as mesmas marchas que usaria se estivesse subindo. Ajuda também a frear o automóvel;

- Quando puder, viaje com os vidros fechados.

Todas essas dicas ajudam na economia de combustível do Honda Civic. Quando precisar fazer uma revisão geral ou manutenção preventiva, leve seu automóvel Honda Civic a um centro automotivo especializado. Além de cuidar do seu automóvel, você terá dicas para economizar combustível e dirigir tranquilamente.

Diagnósticos e reparos no motor do Hyundai I30

hyundai-i30-1.8-2014-19-620x413

O automóvel Hyundai I30 é um carro que até pouco tempo atrás, era pouco conhecido no Brasil. Porém, de uns tempos para cá a sua participação no mercado automotivo brasileiro aumentou bastante. Isso porque é um automóvel muito robusto, de mecânica muito boa e bastante econômico.

HyundaiI30

Como o brasileiro é um poco apaixonado por carro, facilmente o Hyundai I30 foi aceito no mercado brasileiro.

Uma das preocupações que ocorrem na cabeça das pessoas quando compram um automóvel é o valor de revenda do caro que ele alcançará. Se será fácil vender ou se demorará para que o negócio seja concretizado. No caso do Hyundai I30, esse problema não acontece, pois é um automóvel de fácil revenda e que tem um valor de mercado bom. PAra resolver esses problemas, leve sempre seu Hyundai I30 a um centro automotivo especializado.

Outros fatores que ajudam na hora de revender são os seguintes:

1 – economia do automóvel: é um automóvel bastante econômico, levando-se em conta o que ele oferece em termos de conforto, dirigibilidade e potência de motor. Além do preço do automóvel ser compatível com os seus concorrentes no mercado brasileiro, é um automóvel bastante econômico.

2 – manutenção técnica: é um automóvel que apresenta manutenção relativamente fácil, tendo em vista que é relativamente novo no mercado brasileiro .

3 – itens de segurança: é um automóvel bastante seguro.

4 – garantia: o Hyundai oferece cinco anos de garantia.

O Hyundai I30, na sua versão automática apresenta o consumo de 7 km/litro. já na rodovia, seu consumo tranquilamente apresenta a média de 12,5 km/litro.

Daremos alguma dicas para que o consumo do automóvel seja bem tranquilo e controlado:

1 – Não acelere antes de desligar o motor. Além de queimar desnecessariamente combustível, acontecerá a diluição do óleo lubrificante do motor com o combustível não queimado.

2 – Acelere o motor aos poucos: acelerando aos poucos, à medida que se fizer necessário, economiza bastante combustível.

3 – Solte o acelerador antes de fazer com que o automóvel pare. Para isso, utilize o freio motor.

4 – Encontrando o semáforo fechado á frente, faça a diminuição da velocidade aos poucos, evitando assim manter a aceleração e fazer a frenagem forte próximo ao cruzamento. Isso também desgasta o freio e o sistema de suspensão.

5 – quando estiver com o pé na embreagem, não acelere entre as mudanças de marcha.

6 – Não dirija em alta velocidade. O consumo do automóvel quando está andando a 100 km/hora geralmente pode ser até 20% maior do que se estivesse andando a 80 km/hora.

Essas dicas, além de economizar combustível, fazem com que o sistema de motor, suspensão e outros do automóvel durem mais tempo, fazendo com que ele seja conservado e cuidado; Dessa forma, ao querer fazer a sua revenda, o automóvel estará valorizado e bem cuidado. Quando quiser vender, procure um centro automotivo para que seja feita uma manutenção preventiva para que o automóvel apresente seu melhor desempenho e com suas peças e sistemas apresentando sua melhor forma.

Dicas para manutenção do motor do Ford Ka

Novo-Ka-2014-Carplace-4

O Ford Ka é um automóvel bastante econômico, ágil nas ruas e de fácil manutenção. Está entre os automóveis mais vendidos do Brasil, pois possui fácil acesso à centro automotivo especializado para que sua mecânica e os cuidados com seus sistemas sejam feitos.

Sabemos que o principal componente para que um automóvel ande com segurança, economia e agilidade é o motor. Ele precisa estar em dia, funcionando perfeitamente e bem cuidado. Isso verifica-se levando o automóvel a um centro automotivo especializado.

Aqui vão algumas dicas sobre alguns dos componentes bastante importantes do motor do Ford Ka, bem como alguns cuidados com esses componentes:

Ford-Ka-2014-Fotos-Preco-1

1 – Velas de ignição: são as responsáveis por fazer com que a partida do automóvel Ford Ka seja rápida e sem falhas. Precisam estar em ótimas condições. Têm duas funções principais: realizar a ignição da mistura de ar com o combustível, fornecendo assim a força do motor e, também, remover o calor da câmara de combustível. As aberturas da vela precisam estar exatamente da maneira correta, pois, caso estejam desreguladas, não provocam corretamente a queima de combustível, fazendo com que o motor perca potência e, consequentemente aumente o consumo de combustível. Caso seus eletrodos estejam desgastados, os sintomas são os mesmos.

2 – Coxins do motor: os coxins são os responsáveis por prender o motor na carroceria do automóvel. São feitos de borracha, para que seja evitada a transmissão da vibração do funcionamento do motor para a estrutura do automóvel. Essa vibração pode comprometer e danificar vários suportes de equipamentos fixados na estrutura do automóvel. Quando os coxins estão quebrados, fazem com que o motor desloque-se quando o automóvel é acelerado, fazendo assim com que outras peças estraguem.

3 – As coifas da homocinética: são responsáveis por proteger as homocinéticas de sujeiras e armazenam a graxa que lubrificará as homocinéticas. Quando começam a ressecar, ficam cortadas, permitindo assim que poeira entre nas homocinéticas e a graxa que deveria ficar armazenada sai, perdendo sua função. Dessa forma, as homocinéticas danificam-se e quebram. Sempre que o carro estiver em um centro automotivo especializado, é conveniente verificar as coifas, pois o seu preço é bem baixo em relação ao da homocinética.

4 – Amortecedores: os amortecedores têm como função controlar a quantidade de energia que passa pelas molas. Os amortecedores, como o nome diz, amortecem o movimento da suspensão, juntamente com as molas, deixando os pneus do automóvel Ford Ka sempre em contato com o chão. Caso os amortecedores estejam danificados, não amortecerão corretamente o movimento das molas, fazendo com que o automóvel pule e perca o contato com o asfalto. Daí, o automóvel perde estabilidade e também corre o risco de perder sua trajetória. Além disso, aumenta e muito a vibração do automóvel, desgastando prematuramente outros componentes da suspensão e também os pneus.

5 – Os rolamentos da roda: os rolamentos da roda que fazem com que o automóvel deslize suavemente pelas ruas. Quando estão desgastados, apresentam folgas que prejudicam outras partes da suspensão e chegam a elevar tanto sua temperatura que podem chegar até a fundir. Sempre que o automóvel estiver em um centro automotivo é bom realizar a sua verificação e caso consiga, ajustar a sua folga. Caso contrário, será necessária sua troca.

Todas essas peças e sistemas citados acima, referentes ao Ford Ka, podem ser vistos, revisados e caso necessários, trocados em um centro automotivo especializado. Com técnicos mecânicos prontos para atender da melhor forma e com toda a competência para que seu automóvel Ford Ka tenha uma durabilidade excelente e funcione da melhor maneira possível.