Category Archives: Aditivos de óleos

10 Dicas para viajar sem preocupação

vai-viajar-15

Quando um feriado se aproxima, ou quando está em período de férias já é um convite para pegar a estrada com a família. Mas antes disso é preciso verificar seu automóvel e seus itens de segurança, para não correr risco de segurança, acidentes e multas.

1-Vários itens precisam ser revisados, os mais importantes são os pneus. Verifique seu desgaste, não trafegue com os pneus carecas, é uma infração de trânsito alem de ser perigoso. Cheque se o pneu atingiu o limite de 1,6 mm de profundidade dos sulcos, existe um indicador na banda de rodagem para facilitar essa tarefa, que é chamado de TWI, é uma saliência de borracha com altura de 1,6 mm que é colocada dentro do sulco do pneu.

2-Os pneus devem ser calibrados semanalmente, de acordo com a indicação do manual do veículo. Calibre os pneus levando em consideração o peso que será levado no seu veículo, o estepe também não pode ser esquecido.

3-Verifique suas ferramentas, é sempre importante levá-las. Incluindo o triângulo, chave de roda e o macaco. Poderá levar uma multa, se esses itens determinados pela legislação não estiverem no veículo, além de perder cinco pontos na carteira de habilitação, pois se trata de infração grave.

4-Verifique o nível de óleo. A sugestão é trocar tudo de uma vez, se estiver muito baixo. Aproveite e verifique o filtro de óleo, que deve ser substituído a cada duas trocas.

5-Verifique a parte elétrica, também pode geral multa se não estiver de acordo com a legislação, além de ser importante para sua segurança. O pisca alerta, faróis alto e baixo, luzes de freio, setas, lanterna e a buzina devem estar em ordem. A iluminação das placas também precisa ser verificada.

6-Cheque os limpadores de para-brisa. Caso tenha riscos ou faixas no para-brisa, trepidação, ruídos, lamina quebradiça, rasgada ou torta já é hora de trocá-las. Recomenda-se colocar um aditivo do tipo detergente no reservatório de água do limpador para que a limpeza tenha mais eficiência.

7-Verifique o extintor, cheque a validade. Ele deve ser posicionado na área verde do gráfico, se estiver na amarela, a peça deve ser substituída, ou também correrá o risco de levar multa.

8-Atente para a água do radiador e dos freios, níveis do fluido de direção hidráulica, bem como as condições de seus discos e pastilhas.

9-Além da parte elétrica e mecânica verifique os cintos de segurança. Devem ser usado por todos os ocupantes do veículo. Crianças sempre no banco de trás com cinto de segurança ou cadeirinha apropriada e também devem estar presas pelo cinto de segurança.

10-Respeite os limites do carro, cuidado com o excesso de objetos soltos dentro do veículo e cargas. Não dirija se estiver com sono ou cansado, é tão arriscado quanto dirigir alcoolizado.

Aditivos de óleos

duvidas-sobre-a-troca-de-oleo

Para que servem?

São compostos químicos que melhoram o poder lubrificante. A maioria dos óleos comerciais contém aditivos. São vitais para a boa lubrificação e uso prolongado nos modernos motores de combustão interna. Sem o uso deles, as composições oleosas se tornariam: vazadas, contaminadas, quebradas ou não iriam proteger corretamente às peças nas temperaturas de funcionamento. São utilizados no interior de transmissões automáticas, engrenagens, e rolamentos.

Decomposição química:

Detergentes aditivos são utilizados para limpar e neutralizar as impurezas do óleo.

Corrosão ou oxidação consiste em aditivos que sevem para retardar a oxidação do metal dentro do motor. Antioxidantes retardam a degradação do óleo de estoque por oxidação. Os aditivos típicos possuem orgânicos em aminas e fenóis. Para evitar a oxidação, desativadores de metal criam uma película sobre as superfícies metálicas.

Certas composições permitem um desempenho melhor sob condições como: pressões e temperaturas extremas em altos níveis de contaminação, por exemplo.

Aditivos de óleo e viscosidade:

Torna a viscosidade de um óleo mais elevado, temperaturas elevadas e melhora o Índice de Viscosidade. O uso menos viscoso: a vantagem do uso menos viscoso, está na melhora de fluidez às baixas temperaturas.

Mas a grande maioria dos óleos contém modificadores de viscosidade.