Pneus Dicas

Uma dica importante para quem precisa trafegar com pneus desgastados por uma rodovia e ter que enfrentar parte da viagem com chuva, que é nesse caso, certeza para um acidente.  a dica é observar as condições dos pneus e a calibragem.

Abaixo segue uma relação de dicas importantes para o motorista antes de pegar a estrada:

  • O motorista deve verificar o desgaste do pneu. checar se o pneu atingiu ou superou o limite de 1,6mm de profundidade dos sulcos. Tecnicamente, ele é chamado de Tread Wear Indicator (TWI). É uma saliência de borracha com altura de 1.6mm que é colocada dentro do sulco do pneu. Se  isso for comprovado, a troca deve ser providenciada antes da viagem.
  • Observar o estepe. Ele tem que estar em boas condições e pronto para o uso no caso de necessidade de troca.
  • Calibragem dos pneus. Os pneus devem ser calibrados semanalmente de acordo com a indicação do manual de cada veículo.

Qual o pneu mais adequado para cada tipo de carro.

Os Pneus de veículos são desenvolvidos para fazer parte das características do automóvel, que pode ser um carro pequeno e econômico ou um esportivo de alta performance. Vários carros, portanto, necessitam de pneus de formatos absolutamente diferentes e coerentes com as exigências de cada um. Para saber o pneu proporcional para um carro, o proprietário deve consultar o manual do fabricante.

Em relação a duração dos pneus depende de uma série de circunstâncias como a carga sobre o pneu, da pressão do pneu, da maneira de dirigir do motorista, da velocidade, da regularidade de marcha, das condições mecânicas do veículo, da concentração de tráfego e ainda outros fatores como clima e temperatura ambiente.

A vida útil dos pneus depende de uma manutenção cuidadosa do motorista, que inclui, não sobrecarregá-los e checar periodicamente a calibragem.

Quando o motorista deve realizar o balanceamento e alinhamento dos pneus?

O motorista deve ficar atento sobre o período da realização do serviço de balanceamento das rodas + pneus ou alinhamento do veículo que devem ser realizados a cada 10.000 kms rodados, quando surgirem trepidação, na troca ou no conserto do pneu, quando o veículo sofrer impactos na suspensão, quando apresentar desgastes irregulares, quando forem substituídos componentes da suspensão ou quando o veículo estiver puxando para um lado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>