Respostas para as perguntas mais comum sobre ar condicionado automotivo

loira ar

Está sentindo calor dentro do carro usar o aparelho de ar-condicionado automotivo é a solução!

O verão já acabou e mesmo assim muita gente vai precisar do ar condicionado automotivo para suportar o calor dentro do carro.
Mas o uso do equipamento ar condicionado automotivo requer alguns cuidados especiais para melhor aproveitar o seu potencial e evitar desgaste desnecessário de combustível.

É aconselhável quando o carro está muito quente, ligar o ar e deixar uns dois dedos do vidro aberto por alguns minutos, para que o ar quente saia de dentro do veículo.
Quando o carro estiver com a temperatura interna muito alta, o ideal é abrir os vidros e andar com o carro, já com o ar ligado, para ocorrer a troca de ar interna. Depois de alguns minutos ative a recirculação do ar interno do ar condicionado automotivo e feche os vidros.

ar bonito
Desse modo é possível obter a queda da temperatura interna mais rapidamente.
A maioria dos carros equipados com ar-condicionado automotivo possui um filtro que retém impurezas vindas do ar externo. Esse filtro deve ser trocado a cada seis meses. Não tem como limpar, só a substituição pode ser feita para manter a qualidade do ar liberado pelo ar condicionado automotivo.
Essa troca é fácil de ser realizada, porém, sempre é bom verificar se o sistema de ar condicionado automotivo está em ordem e se o nível do gás refrigerante está correto. Assim, o mais adequado é levar em uma oficina mecânica especializada para fazer esse serviço.

mecanico arrumando

O ar-condicionado automotivo é um equipamento em que a instalação não é recomendada fora da fábrica pois pode ocasionar diversas adaptações que com o tempo comprometem algum componente ou mesmo a durabilidade do equipamento de ar condicionado automotivo.
O mais comum é a infiltração de água no interior do veiculo, além de problemas elétricos, já que conforme a adaptação, mesmo em concessionárias, pode ser utilizada peça paralela. Um bom exemplo é a correia do alternador, que também vai girar o compressor. Em algumas instalações fora da fábrica, a correia utilizada patina e não aciona adequadamente o alternador, que por conseqüência não carrega a bateria corretamente. O final disso tudo é que o motorista pode ficar na mão.
Para resolver seu problemas de odores desagradáveis,  adote o habito de desligar o aparelho de ar condicionado automotivo antes de chegar ao seu destino e de preferência mantenha a ventilação ligada. Isso serve se ficar parado algumas horas. Se for deixar o carro parado por um tempo maior, dias ou semanas, coloque a temperatura no mais quente e deixe ligado por alguns segundos, antes de encostar o automóvel. Se mesmo assim, ao ligar o ar perceber o odor, coloque no quente e deixe ligado por instantes antes de colocar no frio.

O uso do ar-condicionado automotivo aumenta sim o consumo de combustível. Mas esse consumo é maior quando o ar condicionado automotivo é utilizado em velocidades inferiores a 70 km/h, se comparado a utilização do carro com vidros abertos.
Acima disso, o consumo com o ar ligado e vidros fechados tende a ser menor em razão do atrito aerodinâmico que os vidros abertos criam. Ou seja, para rodar na estrada o ar-condicionado automotivo ligado tende a ser mais econômico. Já na cidade, o uso do aparelho de ar condicionado automotivo é mais indicado, principalmente nas grandes cidades, em razão da segurança. Além, é claro, do conforto proporcionado.

carro azul

Na verdade não é uso do ar-condicionado automotivo que não deve ser prolongado, mas sim a recirculação do ar. O aparelho de ar condicionado pode ficar ligado constantemente, porém, o ar precisa ser renovado periodicamente para não ficar viciado, o que pode causar mal-estar nos ocupantes. Desse modo, mesmo trafegando na cidade, procure vez ou outra liberar a entrada de ar externo, a fim de renovar o ar liberado pelo ar condicionado automotivo.

Achar que não se deve ligar o carro com o ar-condicionado ligado por força o sistema e acabar causando a queima do compressor de ar é uma duvida comum mas que parte de uma informação antiga, que vem da época dos primeiros automóveis equipados com ar-condicionado automotivo.
Atualmente não tem problema algum dar partida no carro com o aparelho de ar condicionado ligado, já que os veículos modernos possuem sensores que ativam e desativam o sistema de ar condicionado automotivo em diversas condições.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>